Qual é a diferença entre um blog e um site?

Qual é a diferença entre um blog e um site? WRDS comunica, especialistas em sites wordpress

Se você está em dúvida se deve criar um blog ou um site para seu negócio ou para divulgar suas ideias e trabalhos, saiba que não está sozinho.

Esta é uma pergunta que sempre ouvimos aqui na WRDS Comunica ao dar consultoria a empreendedores e profissionais de todas as áreas.

Em termos técnicos, não há muita diferença. Ambos são sites de qualquer maneira e, em geral, você pode realizar algumas das mesmas coisas com cada um deles. Mas há algumas coisas a saber…

Índice
O que é um blog?

O que é um site?

Como um blog é diferente de um site?

Qual é a diferença em termos de conteúdo?

Por que escrever blogs?

Como Ganhar Dinheiro Com Blogs

Como Começar a Blogar

Antes de começar, algumas dicas

O que é um blog?

Um blog é um tipo de site onde o conteúdo é apresentado em ordem cronológica inversa (o conteúdo mais recente aparece primeiro). O conteúdo do blog geralmente está na forma de entradas ou “postagens de blog”.

Sites típicos são de natureza estática, onde o conteúdo é organizado em páginas fixas e não é atualizado com frequência. O objetivo maior de um site é dar informações básicas sobre a empresa ou o profissional, exibir suas especialidades e inserir botões para tomada de decisão.

Considerando que um blog é dinâmico precisa ser atualizado com bastante frequência. Alguns blogueiros publicam vários novos artigos por dia.

Você lembra do Blogger? Foi lançado em 1999 para uso gratuito e posteriormente foi adquirido pelo Google. Muito provavelmente você tem o seu blog lá! O Blogger foi a primeira plataforma de blog real, o que a tornou a opção de fato nos primeiros dias dos blogs.

No entanto, quando o WordPress foi lançado em 2003, mudou totalmente o jogo dos blogs.

Isso porque é um software de código aberto – o primeiro software de blog que permitia aos usuários e desenvolvedores manipular o código, tornando um site totalmente personalizado. Inacreditavelmente, hoje, mais de 60% da internet roda em WordPress, no mundo todo!

Alguns dos sites mais populares do Brasil e do mundo são blogs – embora sejam muito grandes agora:

No Brasil

Não salvo – naosalvo.com.br – 12 milhões de acessos mensais.

Kibe loko – kibeloco.com.br – 14 milhões de acessos mensais.

Não intendo – naointendo.com.br – 9 milhões de acessos mensais.

Ah negão! – ahnegão.com.br – 7 milhões de acessos mensais.

Jacaré banguela – jacarebanguela.com.br – 6,5 milhões de acessos mensais.

Le ninja – leninja.com.br – 4,8 milhões de acessos mensais.

Insoonia – insoonia.com – 3,2 milhões de acessos mensais.

No mundo

Huffington Post: 110 milhões acessos mensais.
TMZ: 30 milhões de acessos mensais.
Business Insider: 25 de acessos mensais.
Mashable: 24 de acessos mensais.
The Daily Beast: 15,5 de acessos mensais.

(Fonte: Google Trends)

Podemos afirmas até mesmo que grandes propriedades da web GLOBO.com.br, FOLHA.com.br, ESPN.com, CNN.com e CNBC.com são basicamente blogs. Não deixam de ser sites posicionando suas grandes marcas, mas por serem atualizados a todo instante possuem cara de blog.

O que é um site?

Um site é uma coleção de páginas de destino e conteúdo multimídia agrupados em um domínio.

Os sites também são geralmente hospedados em serviços de hospedagem na web – que permitem que essas páginas e conteúdo sejam acessados ​​de qualquer lugar do mundo.

Para acrescentar, os sites também podem ser sites internos acessados ​​por meio de uma rede local segura – que é o caso da maioria das ‘intranets’ corporativas.

Os sites podem ser usados ​​para diferentes finalidades: negócios, pessoais e até mesmo para governos e agências.

Embora haja uma ampla gama de aplicações, um objetivo sempre permanece o mesmo: os sites são destinados a fornecer informações aos visitantes ou audiências – uma espécie de revista online para uma empresa ou organização.

Como um blog é diferente de um site?

Os blogs são um tipo de site, com outras intenções. A única diferença é que os blogs têm conteúdo atualizado com frequência e os sites tendem a ser muito mais estáticos e organizados em páginas.

Um blog pode ser um site próprio ou parte de um site maior. As primeiras iterações de blogs já foram usadas principalmente para diários pessoais online.

Mas uma vez que seu poder de atração de público foi percebido, as empresas começaram a aproveitar o potencial dos blogs também.

As empresas agora começaram a usar blogs para manter seus clientes atualizados com eventos e atualizações de produtos, como parte de uma estratégia de otimização de mecanismo de pesquisa e para manter os usuários envolvidos com histórias divertidas. Neste artigo mostramos que, até mesmo numa home page pessoal de portfólio você pode incluir um blog agregado. Dê uma olhada depois.

Nosso site aqui na WRDS Comunica é um site institucional e um blog ao mesmo tempo, só que em abas separadas.

O conteúdo é escrito e atualizado regularmente em formato de blog e recebe destaque na página principal como atrativo. Mas também temos páginas estáticas para que nossos clientes e seguidores entendam claramente o que entregamos e como.

Nós construímos este site com blog totalmente no WordPress. Esta é nossa especialidade.

Qual é a diferença em termos de conteúdo?

Em termos de conteúdo, um site tem “páginas” – pense nelas como seções em um folheto.

As páginas da Web podem ser classificadas em diferentes categorias com base em seu conteúdo. Por exemplo, uma página pode conter a página inicial – informações gerais sobre a organização. Outra página pode conter uma lista e descrições de produtos e serviços. E outra página da Web pode listar informações de contato ou ter um formulário de contato por e-mail.

“Posts”, por outro lado, são atualizações ou perspectivas únicas, destinadas a leituras curtas e podem ser compostas por uma ou uma combinação das seguintes mídias: um artigo de texto, imagens (como diários fotográficos ou infográficos), vídeos, podcasts e até mesmo feeds de mídia social.

Convenientemente, o WordPress organiza os dois tipos de conteúdo em um só lugar, onde você pode publicar tanto “postagens” quanto “páginas”.

“Postagens” são datadas, de autoria e publicadas em seu feed de blog. Enquanto as “páginas” ficam separadas por abas, e você pode mencionar todas em orem de importância num menu de destaque em seu site, como a barra de navegação.

Por que escrever blogs?

Os blogs são ótimos caminhos para transmitir ideias a um público amplo.

Para as empresas, é o melhor meio para divulgar notícias e atualizações aos clientes.

Muitas pessoas usam os blogs como estilo de vida ou meio de expressão. Na maioria das vezes, os blogs têm um recurso em que os leitores podem comentar a postagem e o autor pode responder – tornando-se uma saída social para muitos também.

O melhor benefício dos blogs, tanto para o pessoal quanto para os negócios, é que ele é uma plataforma onde o público pode aprender e se envolver, criando engajamento e fortalecimento de sua marca ou nome.

Os blogs não apenas atraem audiências e criam comunidades, mas também são excelentes formas de se manter bem posicionados no Google.

Além disso podem gerar muito, muito dinheiro!

Como Ganhar Dinheiro Com Blogs

Na maioria das vezes, quando alguém menciona o termo ‘blog’, a primeira coisa que vem à mente é um diário pessoal ou um site de hobby. Embora existam muitas pessoas que blogam por diversão, há outras que usam blogs profissionalmente para ganhar dinheiro.

A história clássica de todos os blogs: começaram como um projeto pessoal de paixão, mas assim que o autor percebeu que as empresas do seu nicho de leitores gostaram do projeto, entenderam que alguém estava disposto a pagar um alto preço para continuar a fazê-lo.

Existem algumas maneiras de ganhar dinheiro com blogs, vamos analisar:

Exibição de anúncios

A maneira mais popular de exibir anúncios em um blog é por meio do Google Adsense. O Adsense, como a maioria dos programas de anúncios, paga toda vez que um leitor clica em um anúncio colocado no blog.

Marketing de afiliados

Outra maneira de arrecadar receita é por meio do marketing de afiliados. Existem sites de marketing de afiliados, como Amazon, Mercado Livre, Mariza e eBay, que pagam comissões por cada produto comprado de promoções de anúncios no blog.

Nós nos tornamos afiliados das ferramentas de software de marketing que vendemos, inscrevendo-nos em sua rede de afiliados ou entrando em contato e estabelecendo um relacionamento.

Assinaturas

Outra maneira de gerar receita com blogs é por meio de associações e assinaturas – cobrando membros fornecendo conteúdo exclusivo para membros.

Esta é uma maneira bastante complicada de ganhar dinheiro e definitivamente funciona melhor com produtos de nicho (aqueles em que a informação é realmente difícil de encontrar).

Como Começar a Blogar

Ao contrário da crença popular, não é tão difícil começar um blog.

Hoje, como um aspirante a blogueiro, você não precisa de habilidades de codificação. Você pode simplesmente se inscrever em um serviço online gratuito e começar a blogar imediatamente – nenhuma habilidade técnica é necessária. Porém, nas plataformas gratuitas você será obrigado a aceitar anúncios sobre os quais não terá qualquer controle.

A melhor recomendação que podemos fazer é que você adquira um sistema de gerenciamento de conteúdo (palavra chique para software de blog), e o melhor deles em todo o planeta é o WordPress.

O WordPress é o queridinho de profissionais ou amadores, pois ele é extremamente versátil permitindo que você crie um blog personalizado e/ou um híbrido de blog-site. Seus recursos criativos são infinitos e existem milhares de ferramentas (plugins) que facilitam sua vida.

Antes de começar, algumas dicas

A propósito, antes de começar seu projeto de blog, seja para ganhar dinheiro ou apenas para se divertir, entenda as vantagens de usar o WordPress e não outra plataforma.

Para iniciar um blog WordPress, você precisará de um nome de domínio e um host para hospedar seu site. Quanto custa isso?

Depende muito do seu projeto e do quanto você pretende crescer. Em geral aconselhamos começar com um plano básico e ir aumentando a capacidade do seu host à medida que o seu blog for crescendo de visitas e de armazenagem de conteúdo.

Antes de finalizar uma dica: seja você um conhecedor de códigos ou seja completamente amador no que se refere a fazer um site JAMAIS contrate alguém que não seja especialista nem tenha boas referências. Prefira gastar um pouco mais e trabalhar com quem entende.

Creia, a médio longo prazo você terá resultados realmente eficientes e – acima de tudo – manterá sua paz.

Outra dica é não se deixar ser levado pela facilidade de alugar um modelo pronto pagando uma mensalidade baixa, nem cair no conto de fadas do “faça você mesmo”. Essas promessas de site fácil por uma taxa mensal pequena costumam sair caro no final.

As maiores reclamações tem a ver com falta de suporte adequado e perda de relevância na internet.

Sendo assim, se você leva a sério sua empresa, sua marca ou seu nome pessoal para lançar um blog, faça do jeito correto e seja parceiro de quem entende do negócio. Estamos á sua disposição para tirar dúvidas ou explicar melhor como funciona o processo, basta dar um alô aqui e um consultor vai lhe atender com boa vontade.

Por enquanto é só. Um abraço e até a próxima…

Mais importante que ter um site é ter uma ótima presença no Google. Tenha uma equipe de especialistas em WordPress com suporte humanizado.

Clique aqui para chamar um consultor e descubra mais.

Leia Também

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos!

Artigos mais lidos

Assine a nossa newsletter

E entre no grupo VIP que recebe antecipadamente as novidades, artigos, promoções e descontos. 

Atendimento Online
Olá! Como podemos ajudar?
Olá! Como podemos ajudar?
Nosso atendimento à jato é pelo Whatsapp. Marque a opção para retornar contato. Escreva sua pergunta que já responderemos!